Brian Bielmann, entre glórias e tombos

001

São mais de 30 anos de praia clicando belas manobras executadas pelos mais importantes nomes do surf até as maiores quedas já registradas no mundo. Muitos dos flagrantes dessas ondas registrados por Bielmann aconteceram em lugares extremamente perigosos para se surfar, como o Havaí e o recife de Teahupoo, no Taiti. Além das enormes ondas, os surfistas e fotógrafos têm de ficar atentos aos recifes de corais logo abaixo da superfície da água e aos tubarões que por ali sempre estão rondando. Acidentes e afogamentos não são raros. Ele mesmo quase morreu pelo menos três vezes. Sem contar as diversas câmeras perdidas, quebradas, inundadas.

002

003

005

vai também/see also:  http://www.mediaquatro.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s